A “verdade” sobre o crescimento empresarial

Nem todo crescimento é positivo

Crescer pode ser tanto algo bom quanto ruim: ele pode estressar os colaboradores, os controles adotados e a própria cultura organizacional. Além disso, pode criar novos riscos financeiros, legais, ao atendimento ao cliente e à reputação da marca.

Se esses riscos não são adequadamente geridos, podem impedir a geração de valor e, no extremo, inviabilizar os negócios.

“Maior” nem sempre é “melhor”

Quanto maior a empresa, mais complexo se tornam as tarefas de gerenciamento. À medida que o negócio se expande, passa a ser necessário mais funcionários, processos, controle financeiro e gestores experientes. Adicionalmente, o crescimento expõe a sua organização a uma competição mais acirrada.

A premissa de que todas as empresas devem “crescer ou morrer” não é verdadeira

Seu negócio não precisa, necessariamente, continuar crescendo. No entanto, você deve melhorar continuamente a proposta de valor do cliente e fazê-lo melhor do que a concorrência. Sendo assim, o axioma mais adequado é “melhorar ou morrer”.


Fonte:  Livro Grow to Greatness